Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Em Saltos Altos

30
Set15

A história de uma não-adepta que foi ao Dragão!

emsaltosaltos

 

 

 

 

12081497_993038660759844_602579426_n.jpg

Não, não sou portista. Nem adepta de nenhum clube. Sou uma (como costumo dizer) não-adepta. Mas gosto de futebol, no geral. Do espetáculo. E fascina-me todo este mundo. De tão à parte, tão diferente e tão próprio que é. Hoje (a pedido do homem) foi dia de visitar o Museu Futebol Clube do Porto e o Estádio do Dragão. Estava curiosa, mas não ia a dar pulos de alegria. Saiu-me melhor que a encomenda.

 

Ler Mais )

 

28
Set15

Depois das tendências, os looks!

emsaltosaltos

Na semana passada falamos aqui das tendências para este outono. Eram 10 lembram-se? Agora, depois de vos dar tempo para assimilarem as tendências, trago-vos cinco looks inspirados nas cinco primeiras da lista. Ficam os votos de que gostem e a promessa de que (talvez amanhã) chegam os outros cinco ;)

 

Captura de ecrã 2015-09-28, às 18.50.37.png

 

Captura de ecrã 2015-09-28, às 18.50.34.png

 

Captura de ecrã 2015-09-28, às 18.50.32.png

 

 

Captura de ecrã 2015-09-28, às 18.50.30.png

 

Captura de ecrã 2015-09-28, às 18.50.28.png

 

 

24
Set15

Já vi isto da perspectiva do Grey...

emsaltosaltos

11998518_990718530991857_1941448216_n.jpg

Grey. O último livro da coleção "As Cinquenta Sombras". Li os anteriores todos e, por isso, fiquei ansiosa por cuscar este assim que saiu. Antes de mais, devo dizer que acho que foi uma manobra de marketing genial da E L James. Estava tudo à espera da continuação e ela pumba... lança isto do ponto de vista do Grey. Interessante, no mínimo. É como revelar o lado mais obscuro da história. Para quem leu, entende o que digo. O Grey, esse ser misterioso, foi sempre quem deixou mais por conhecer. Pois agora, minhas senhoras, existem 595 páginas inteirinhas para o descobrirem. E se descobrem, confiem em mim, que já li tudinho. A história torna-se tão, ou mais, interessante contada por ele. Menos divertida, é certo, sem as saídas sempre oportunadas da deusa interior de Anastacia, mas mais intenso e mais obscuro. Mais intrigante e muitooo mais viciante. Para os susceptíveis a linguagem mais dura, então, não aconselho a leitura. O Mister Grey não dobra a língua, minhas senhoras. É bem ao estilo James: simples, curto e direto. Mas sabem o que me surpreendeu mais? Apesar de já conhecer as cenas (afinal a história é a mesma) estava sempre ansiosa pela próxima linha. Porque, de quando em vez, o personagem revela-nos algo que Anastacia não disse (ou não sabia) e deixa-nos na expectativa do mais. Além disso, mesmo depois de já ter visto o filme, o livro consegue ser tão absorvente que continuo a imaginar tudo tal qual imaginei no primeiro volume e não como vi na tela. Quando leio Grey, Anastacia ou Quarto Vermelho da Dor, imagino-os como os imaginei na primeira descrição da autora, conseguindo-me descolar do que me foi apresentado no cinema. E isso é maravilhoso. Porque é essa a magia dos livros. Quanto ao final, bem... deixa-nos, outra vez, a desejar mais. Não vos contarei, claro, porque quero que leiam e descubram por vocês próprias, mas asseguro-vos de que se trata de outra boa manobra de marketing. Se nada está terminado, pode sempre haver continuação.

24
Set15

Desafio das 8

emsaltosaltos

 

Parece que este desafio está a correr entre as bloggers. Não fazia ideia até ter sido desafiada pela Diana Lino do blog As Minhas Aventuras, que convido todos a visitarem. A ideia é fazermos várias listas de 8 coisas que tenham muitoooo a ver connosco. Achei isto tão divertido que decidi alinhar. Ficam as minhas listas e os 8 desafiados :)

 

Ler Mais )

 

23
Set15

Tendências de Outono (ou o que vai estar na moda para os dias assim-assim)

emsaltosaltos

Chegou, hoje, oficialmente, o Outono. Se querem saber, esta é a estação em que me dá mais gozo vestir-me. A temperatura amena (e a probabilidade de que chova a qualquer momento) permitem usar sobreposições e botins (esse calçado que adoro de coração). Os lenços também começam a aparecer e as malhas ganhar um lugar de destaque, bem ao lado daquela sensação de aconchego deliciosa.

Elogios ao Outono à parte, vamos ao que interessa. Que é o mesmo que dizer, vamos ao que se vai usar nesta estação em 2015. Preparadas?

Ler Mais )

 

22
Set15

Vamos falar de Emmy's Awards, sim?

emsaltosaltos

Captura de ecrã 2015-09-22, às 22.21.20.png

Foi noite de Red Carpet e, por isso, hoje é dia de comentários aos melhores (ou piores) looks da festa. Desta vez não os divide em categorias tipo os melhores, os piores e os assim-assim. Juntei apenas aqueles que acho dignos de um comentário, aleatoriamente, e de coração ;)

Aqui estão as minhas escolhas. Algumas ótimos exemplos, outros... valha-nos Deus!

 

Ler Mais )

 

20
Set15

Então e nos ténis? É o azul que está a dar!

emsaltosaltos

Isto há coisas do diabo. Estou eu convencida que ando em cima das últimas tendências e, hoje de manhã, sou surpreendida pelo meu homem, que me atira assim, de repente, a mais recente moda no mundo dos ténis. "Olha lá, já reparaste que este ano as coleções de running são só azul e mais azul?". Não, não tinha reparado, de facto. Mas ele, atento a estas coisas (que adoraaaa), não deixou escapar esta. E lá fui eu, assim à descoberta, espreitar os sites da "especialidade" (que é o mesmo que dizer das maiores marcas que nos fazem perder a cabeça). E não é que é mesmo verdade? Este ano a cor que domina os ténis é o azul. Em todos os tons e todas as misturas, mas o azul. Eu gosto. Gosto bastante até. O azul é aquela cor consensual, que está sempre bem e não causa desconforto a (quase) ninguém. Combina com tudo (yehhhhh) e (dizem) transmite paz e tranquilidade (que é o que qualquer um precisa quando está a treinar). Talvez eu precise de um destes modelos. Já tenho uns azuis, agora que penso nisso, mas estes são todos tãooooo lindosss....

 

Captura de ecrã 2015-09-20, às 19.22.53.png

 

 

 

 

17
Set15

Socorro... vou sair à noite e agora?

emsaltosaltos

tumblr_lydovxBUn41r5d9rho1_500.jpg

Bem sei que o Verão é, por excelência, a época de grandes noitadas. Mas, quando ainda se é estudante, às vezes o regresso às aulas (e à vida académica) traz mais saída noturnas (pelo menos em ambientes fechados). Além disso, no Verão é tudo mais fácil. Um vestidinho e umas sandálias e está a dar. Mas quando o tempo muda (ou simplesmente quando entramos em modo trabalho on) já não nos sentimos bem com esse ar tão fresco. Começam então as preocupações. Mas calma, eu ajudo (ou tento, pelo menos). 

Suponhamos, então, que tenho uma saída à noite. Com jantar ou cafézinho antes. O ambiente é informal (assim uma discoteca destas da moda). E preciso de decidir o que vestir. Existem (na minha modesta opinião) algumas regras de ouro. Deixo-as aqui:

 

1.Lá por ires sair à noite não tens de deixar 80% da pele a descoberto. Assim não ficas sexy, ficas vulgar.

 

2.A maior e melhor das regras: se mostras as pernas tapa o decote, se mostras o decote tapa as pernas. (a propósito, a filha do Mourinho devia ler este ponto)

 

3.Não abuses nos padrões. Tecidos nobre, mas lisos, são sempre escolhas mais acertadas. Ainda assim, se quiseres mesmo usar algum print, opta pelos que têm só duas cores (por exemplo black&white), desenhos poucos chamativos ou o tradicional animal print. Neste último caso evita usá-lo numa peça única (ou muito justa), pode dar um ar que não desejas. Corta o seu efeito com acessórios divertidos e de cores vivas.

 

4.Usa calçado confortável. Podes ficar linda em cima de uns saltos de 20cm, mas se não souberes caminhar vais parecer um desastre. Opta, S-E-M-P-R-E por sapatos com que já tenhas andado e que saibas que são suficientemente confortáveis. Cunhas, plataformas e compensados são, normalmente, boas escolhas.

 

5.Não aches que vão estar 30º a noite toda. Vai, quase de certeza, fazer frio e um casaco (desde que bem escolhido) não tem porque estragar o teu look. Opta pelos lisos, aconchegados e de corte direito. Assim não amarrotas a roupa que fica por baixo e ainda consegues estar elegante.

 

6.Também não há mal nenhum em sair à noite de calças. As calças são, até, um elemento muito elegante e bastante na moda. Podes conjugá-las com um crop top ou com uma camisa fluída. Experimenta que vais adorar.

 

7.Aposta em acessórios de que gostes verdadeiramente e que te façam sentir a rainha da noite. Normalmente, dourados e prateados funcionam bem. Mas sem exageros, se não queres parecer uma árvore de natal.

 

8.Nunca leves a carteira mais minúscula do teu armário. São lindas, eu sei, mas normalmente não conseguem levar tudo o que precisas (incluindo um segundo par de sapatos). Escolhe a carteira pelo que precisas de levar lá dentro e não ao contrário. 

 

9.Não abuses na maquilhagem. Normalmente nesses sítios faz calor, vais transpirar e, logo, ficar toda borratada. Além disso, o ar natural está mais na moda que nunca. Uma máscara de pestanas, um blush e um baton (vermelho se quiseres) são o suficiente.

 

10.Cria combinações que se adaptem a ti. Não é por ires à discoteca que tens como ir como todas as outras miúdas. Tu és tu e nada te fará mais bonita do que seres fiel ao teu próprio estilo :)

 

 

 

 

 

17
Set15

Vamos falar de malas divertidas?

emsaltosaltos

Vocês sabem como gosto de malas. E como gosto de pormenores. E se a nossa mala poder ser o maior (e melhor) dos nossos pormenores? É a junção perfeita. E é disto mesmo que falamos hoje. De malas divertidas. Daquelas que não são para usar todos os dias, nem num dia qualquer. Mas das que têm vida e personalidade próprias. Das que fazem a maior das diferenças e colam em si todos os olhares. Não precisam de muito. De quase nada. De um vestido preto (ou branco) e pouco mais. São, muitas delas, malas de coleção (caras, muito caras). Mas que dá vontade de ter todas no armário, lá isso dá. 

 

Captura de ecrã 2015-09-16, às 23.10.22.png

 

Captura de ecrã 2015-09-16, às 23.10.24.png

 

16
Set15

Então e os danadinhos dos multi-mega-hiper-milionários do futebol, ah?

emsaltosaltos

tumblr_m20mv0Kpg31rt1d5lo1_500.jpg

Talvez eu tenha andado a dormir nos últimos 23 anos. Pelo menos é assim que me sinto, no que diz respeito ao mundo dos futebóis. Descubro hoje, por puro acaso, que os danados dos milionários que jogam à bola (afinal?!) não usam duas vezes a mesma camisola. L-I-T-E-R-A-L-M-E-N-T-E. Eles usam aquilo num jogo e no fim, puftz... No jogo seguinte a marca patrocinadora já lá tem outra camisola, novinha em folha, prontinha a usar. Mas para quê minha gente? Lavar a roupa, por acaso, faz algum mal a alguém? E como se eles não tivessem empregados para lhes fazerem tudo e mais alguma coisa. Serão alérgicos ao detergente? Desculpem lá o reportório de parvoíces, mas é tudo o que me apraz dizer perante esta situação. Que as marcas são milionárias, são. Que adoram mostrar esses rios de dinheiro, tudo bem. Que os equipamentos têm de estar sempre impecáveis, também concordo. Mas usá-los UMA VEZ, parece-me um perfeito exagero. Não digo usar até rouper. Mas usar uma meia dúzia de vezes, por aí, parece-me mais razoável.

E depois? O que fazem aquelas montanhas de tecido? Das duas uma: ou o destroem para fazer novo (o que era bastante ecológico e sustentável, mas que eu duvido que aconteça); ou as dão (como por caridade) por aí. E já que acredito que esta segunda seja mais verdade, coloco só mais uma questão: se as dão, porque é que depois nas lojas as mesmas camisolas (ou piores) custam fortunas? Não será um bocadinho contraditório? Tanto é tão fácil, como a seguir é só para alguns. E por muito mais voltas que dê e muitos raciocínios lógico-abstratos que faça, nunca hei-de chegar a uma justificação minimamente plausível para isto. É o mundo do futebol, minha gente. E dos multimilionários. E dos excêntricos. E dos estúpidos.

E se convertessem o dinheiro dessas camisolas (desnecessárias) em donativos a instituições? Isso é que era. Mas não é.  

Pág. 1/3