Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Em Saltos Altos

31
Dez16

Superstições de ano novo... ou mais vale não arriscar

emsaltosaltos

 

thumb=promocoes=inicial.jpeg

 

Não que eu seja supersticiosa, mas sou daquelas que acha que mais vale não arriscar. Não há nada que prove que seguir uma série de rituais (trabalhosos, por sinal) traz sorte no novo ano; mas também não há nada que prove o seu contrário. E por isso eu, rapariga prevenida e precavida, acho que mais vale não arriscar, não vá o diabo tece-las. 

Não sigo à risca um plano de superstições detalhado, que me ocuparia tempo precioso que posso gastar a divertir-me; mas há uma coisa ou outra que não dispenso e que, melhor ou pior, cumpro todos os anos.

Este ano, na esperança de fazer de 2017 um ano à grande, fiz uma recolha das superstições mais usadas no nosso país (ou pelo menos pelos meus queridíssimos amigos). Ora vamos lá a isto, a ver se não me esqueço de nada mais logo:

- Vestir uma peça de roupa interior azul, que atrai sorte (Se o vestidinho assim o permitir. Que isto é tudo muito bonito, mas andar a mostrar ao mundo a minha lingerie não é coisa que me agrade)

- Vestir uma peça de roupa nova, que traz novidades e alegrias (Parece-me sempre uma boa ideia. Seja ano novo ou não. Nós queremos é roupa nova)

- Vestir branco, na esperança de que seja um ano de paz (Vamos lá ver se a gente se entende... ou bem que é azul por dentro ou branco por fora, que não estou a ver como vou compatibilizar isto)

- Pôr lençóis novos na cama, sobretudo para casais recém casados, promete um ano feliz no amor (Ora, sem problema neste ponto. Não há cá casal nenhum, por isso posso deixar os meus lençóis sossegados. Check!)

- Saltar só com o pé direito, à meia noite, três vezes, garante uma entrada em grande no ano novo (Caso ainda se tenha bebido pouco, parece-me bem que se salte as vezes que forem precisas por descargo de consciência. Caso contrário o melhor é estarem quietinhos e evitarem um belo trambulhão logo à entrada do ano)

- Fazer barulho com tachos e panelas, para afugentar os maus espíritos (Ora está muito bem, se for no meio da rua e longe de vizinhos rabugentos. Isto claro se quiserem evitar logo uns problemazinhos. Ah e se passarem as vossas entradas num sítio para lá de chique, por favor também não se ponham lá de tacho na mão)

- Colocar uma nota nova no bolso, e quanto maior o seu valor maior maior a sorte que atrai (Ora toca tudo a ir levantar as notas de 500 se faz favor, que com estas coisas das finanças não se brinca, sim?)

- Comer doze uvas passas e em cada uma delas pedir um desejo (Ora se forem todos apreciadores desta iguaria como eu o melhor é comerem-nas tipo comprimido e pedirem os desejos todos de uma assentada)

- Saltar para cima de um banco ou de uma cadeira atrai a possibilidade de subir na vida (Aqui aplica-se mais ou menos a mesma regra que para os saltos. Depende da quantidade de álcool ingerida)

- Não ingerir carne de aves na última refeição do ano, para evitar que a felicidade voe para longe (Por acaso cá em casa come-se bacalhau. Mas assim só por acaso, mesmo!)

Pronto, agora não arranjem desculpas para não entrarem em condições em 2017! Já vos dei as dicas todas e ainda têm a tarde para tratar de tudo! Amanhã contem-me como correu e, por favor, não caiam nem se aleijem! 

 

3 comentários

Comentar post