Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Em Saltos Altos

08
Jun17

Um quarto de século, porra!

emsaltosaltos

FullSizeRender-cópia.jpg

Faço 25 anos. Hoje. Um quarto de século. Já há alguns anos a esta parte que me perguntaria como seria fazer os 25. Pois bem, é como fazer 24, mas já mais com uma perna nos 30. Arre! Que 30 é um número pesado.

Os meus amigos sabem todos: lido mal com a idade. Tenho medo de ficar velha e tenho sobretudo medo de sentir o tempo fugir-me. Cada ano que passa é um ano a menos de possibilidades para viver coisas. E é isso que me assusta. Mais do que as rugas. Embora agora que estou a passos largos dos trinta me devesse começar a preocupar com isso. Choro sempre no dia dos meus anos. Por norma mais que uma vez. O ano passado chorei quando tecnicamente já passava da meia noite, mas chorei. São muitas emoções e eu sou péssima a lidar com elas. Adoro dizer às pessoas que as amo, mas não sei o que fazer quando me dizem a mim. E felizmente tenho muitas pessoas que me relembram isso neste dia. Porque também é para isso que servem os aniversários - como todas as outras datas importantes. Mas, mais do que isso, o que normalmente me faz chorar é que este dia também é sempre um ponto de reflexão. É mais um ano no calendário e importa perceber quem fui nestes doze meses e o que acrescentei a mim e aos meus. E estes 24 que agora terminam foram do caraças. Mesmo! Foi talvez o ano mais preenchido dos últimos anos. Porque mudou tudo.Aos 24 era jornalista licenciada. Agora a começar os 25 sou aspirante a arquiteta. Agora tenho um blog que cresce cada dia a olhos vistos. Agora moro no Porto, sozinha. Agora tenho uma alimentação saudável, faço exercício regular e passeio o meu gato.

Ontem uma grande amiga perguntou me se eu fechava os 24 feliz. Nem pensei duas vezes. Fecho sim. Muito feliz. Porque sei-me agora mais segura de mim e da lealdade dos que estão comigo. Mais capaz e mais rodeada de pessoas que acreditam que eu sou capaz. E eu acho que é tanto disto que merece verdadeiramente ser comemorado. Mais do que fazer anos, eu quero somar e contar anos felizes. Quero acrescentar história e histórias aos meus anos. Hoje, que é o dia do meu aniversário, mas também nos outros 364 que estão por vir. Que hoje seja um dia muito feliz. E que os 30 cheguem devagarinho.

 

FullSizeRender.jpg

 

FullSizeRender[1]-cópia.jpg

 

FullSizeRender[1].jpg

 

FullSizeRender[2]-cópia.jpg

 

FullSizeRender[2].jpg

 

FullSizeRender[3].jpg

 

FullSizeRender[4].jpg

 

IMG_7293_Fotor.jpg

 

IMG_7302_Fotor.jpg

 

IMG_7312_Fotor.jpg

 

IMG_7370_Fotor.jpg