Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

emsaltosaltoss

01
Fev19

Era uma vez um cabelo...

emsaltosaltos

Captura de ecrã 2019-02-1, às 23.36.53.png

 

Sempre fiz fé no tempo. Em tomar o meu tempo. Para tomar decisões. Ou deixar que se tomem. Por si só. A seu tempo.

Às vezes preciso de tanto tempo quanto julguei. Às vezes mais. Às vezes menos. Mas sempre o meu.

E, desta vez, chegou o tempo (e a coragem, e a hora certa) de mudar. De mudar a sério. Tanto como quando decidi ser loira e, depois, ruiva (a seu tempo, num tempo também certo). O tempo de cortar o cabelo. Mais de 20 anos depois. Tinha cinco, mais coisa menos coisa, da última vez que me vi assim. De me reinventar. De dentro. Para fora. Por fora.

Porque há momentos – e dias, e tempos – em que percebemos, numa certeza avassaladora, que precisamos de arriscar.

Cheguei à cabeleireira e disse: corte! E voltei a dizê-lo antes da tesourada decisiva. Sabia que depois daquilo só me restava uma coisa: tempo. Até que volte a crescer. Se algum dia quiser que volte. Há de dizê-lo o tempo.

Até agora não me apeteceu chorar. Nem matar-me pela ideia. E, confesso, ainda achei que isso pudesse acontecer a determinada altura. Mas está tudo calmo. Estranhamente calmo. Olho ao espelho e vejo a Ana. A mesma – mas mais gira (permitam-me o elogio próprio). Mais preparada que nunca e certa – tão certa – do que o melhor está sempre por vir.

2 comentários

Comentar post

Sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Comentários recentes